Pesquisa mostra que população holandesa cada vez mais tende a não respeitar normas contra a Covid-19

Pesquisa mostra que população holandesa cada vez mais tende a não respeitar normas contra a Covid-19

Apesar do número de infecções da Covid-19 nos Países Baixos estar em alta, com 214 novos casos confirmados apenas no dia de ontem (26) – o pior dia nas últimas sete semanas –, a agência holandesa de saúde pública, RIVM, divulgou no final da semana passada o resultado de sua pesquisa periódica sobre a propensão da população em respeitar as normas impostas com o objetivo de desacelerar as infecções da doença. E o resultado não é bom.

A pesquisa, que é realizada pelo órgão a cada seis semanas entre cerca de 50 mil pessoas que vivem no país teve seus primeiros resultados divulgados no mês de abril, época em que cerca de 63% da população indicava estar evitando contatos próximos com familiares e amigos. No entanto, o resultado da pesquisa mais recente mostra que essa porcentagem caiu para apenas 28%.

Além disso, cerca de metade dos entrevistados indicou que estiveram recentemente em locais onde era impossível manter o distanciamento de 1,5 metro por conta de uma elevada lotação, como lojas, bares, entre outros estabelecimentos.

O mais preocupante, no entanto, é a elevada porcentagem de respondentes que indicaram sair de casa com sintomas da doença: cerca de 89% saíram para fazer algum tipo de compra, 63% visitou amigos ou familiares e metade foi ao trabalho. Além disso, apenas 19% dos entrevistados disse estar propenso a realizar um teste caso venha a apresentar sintomas da Covid-19.


Texto: Lucas Sobral

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode gostar:

Olá Holanda

Olá Holanda

Guia Comercial do Brasileiro na Holanda. Dicas e Notícias diárias dos Países Baixos.
Pergunta? Sugestão? Fale com a gente!

Newsletter

Faça parte da maior comunidade brasileira da Holanda.